Mensagens

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Turismo Missionário


Nosso interesse ao fazer Missões realmente tem de ser equilibrado. 
Para nós toda e qualquer ajuda tem sido  essencial.
Algumas pessoas devem achar que os missionários vivem as regalias de ir e vir, e alguns dizem até que são desempregados aproveitadores. 
Sei bem o que é ver e ouvir isso.
Tenho vivido há 11 anos a experiência de estar totalmente na dependência do Senhor e claro pagar um preço por isso. A primeira a julgar e por muitas vezes reclamar fui eu mesma, até entender o propósito do Senhor na minha casa.
Irmãos, não sou missionária de Campo,( já disse isso aqui, somos todos missionários).
Mas creiam, somos Mordomos, administramos tudo o que pertence ao nosso Senhor.
Não esteja entre turistas, e sim entre instrumentos na obra do Senhor.
Vá, ore,e principalmente contribua. Não duvide,tenha fé inabalável em nome de Jesus.
Deus te abençoe.

Escritor Pr. Teófilo Karkle

Recebemos muitas mensagens online de pessoas que dizem querer visitar-nos no Chile, às vezes nos assusta um pouco, pois maioria dos interessados é muito prematura a amizade e a proposta, sem a gente ter maiores conhecimentos de quem quer vir. Sem querer ofender, mas a nossa contraproposta tem sido, vamos orar para que Deus prepare todas as coisas. Se Deus não tiver esse mesmo propósito, ele não permitirá a saída de pessoas assim com destino ao Chile.

O quanto é importante fazer um Turismo Missionário? Pode ser misturado Turismo com Missões? E aquelas outras questões que as pessoas oferecem suas Férias, sua Licença Premia e seu Tempo de Aposentado para as Missões? O quanto é importante oferecer as Férias para as Missões (30 dias)? O quanto é importante viver uma Licença Premia nas Missões (1 ano)? O quanto é importante oferecer o tempo restante de Aposentado com as Missões? Sabe os primeiros 90 dias no país só alcança você aceitar ele como ele é. Com 9 meses de Missões você recém começa a ter autoridade para corrigir o que esta errada e o povo vai te obedecer. Chegar corrigindo e colocando muito o Brasil como exemplo vai fechar as portas.

Também existem Missionários que ficam 3 a 6 meses no país que eles disseram que Deus estava chamando eles e logo regressa ao seu país de origem, o que fizeram neste tempo foram fotos de algum trabalho já existente para depois estar postando na internet o lugar que fizeram missões.

Todos são livres de gastar seu dinheiro e seu tempo em viagens pelo mundo, alguns vão para Miami, outros para Bariloche, Veneza, Disney, outros gostam de Safaris pela África, outros de fazer fogueira na Terra Santa, como que lá o fogo queima melhor. Alguns gostam de Comprar nas zonas Francas e nas nações com um índice de beleza natural extrema ou de beleza histórica. Mas quando o tema é Turismo Missionário podem prevalecer mais fatores negativos que positivos.

Como somos defensores da ecologia, nem podemos citar o proverbio: ‘Matar dois coelhos com um só tiro’ Fazer Turismo Missionário e aproveitar a viagem de passeio, de compras, de descobrimentos, para fazer algo para as Missões, pode não ser uma maneira correta.

Ditas pessoas ou caravanas tem que ser mui perspicazes, sutis, e inteligentes. Ainda que os idiomas Português e Espanhol sejam de uma mesma raiz latina, mas não podemos evangelizar em português se estamos entre os latinos, nem evangelizar em espanhol se estamos como os luzo-falantes. (1 Coríntios 14.8) “Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha?”  Imagina você dizer a um latino: Tua vida errada sem Jesus esta muito esquisita! Ele vai entender que sua vida é uma delicia. Depois ele te responde você é um pregador fome! Você vai entender que ele perguntou se você tem fome e fome no espanhol é uma pessoa sem graça, desorientada.

Por experiência em 22 anos de Missões, onde temos recebidos algumas caravanas brasileiras, tivemos mais problemas que bênçãos. Primeiro por não haver um pregador que dominava o idioma entre eles, como para passar o púlpito para que fizesse uma boa pregação em espanhol. Segundo por que ao levar eles a certos lugares de passeio, não conseguiam chegar ao lugar de encontro na hora marcada, atrasando tudo, principalmente o horário do culto. As ofertas que poderiam ser generosas com uma caravana de um ônibus lotado, não fizeram diferença na hora de contabilizar na nossa igreja, pois a caravana, o primeiro fizeram foram suas as compras das lembranças de cobre do Chile, sempre compra aquela miniatura do animal altiplano chamado Lhama. Os mais liberais chegam a comprar até uma caixa de vinho, os músicos compraram o pau d’agua, as mulheres as roupas que aqui são baratas. Uns compram postais, outros bandeira, uns compram pedras outros chaveiros e esqueceram de reservarem as ofertas para abençoar a Igreja Missionária.

Outra questão foi que alguns casais de ‘cantores’ de algumas igrejas que trouxeram seus CD para serem vendidas aqui, para ajudar na sua passagem de volta, como as igrejas no Chile são pequenas, não chegaram a vender meia dúzia de CD. Outra coisa aqui não existe o hábito de cantar com playback, isso é bom, pois tem igrejas que cantam 19 louvores, 3 da harpa, 3 de conjuntos e corais e 10 de playback.

Também não foram de benção alguns grupos menores de Pastores neste caso ficaram em redes de hotéis internacionais. Veja só o que eu observei na época, saíram de um recinto hoteleiro de cinco estrelas para o nosso local de cultos simples sem estrelas, provocou neles certo desprezo, certo choque visual. No final do culto servimos 5 pedaços de bolos, comprado com dificuldade nos supermercado e quando comiam escutei alguém dizer que não gostavam de bolo. Não citamos os seus nomes nem suas cidades por não envergonhar o nome de Deus.

As visitas mesmo tendo condições de hospedagens em hotéis tem que ser de utilidade à igreja local, abençoando com a sua presença, com a sua participação pregando o cantando no idioma nativo, deixando boas ofertas a igreja local. Fora do hotel essa caravana teria que usufruir da vida nativa, comer como os chilenos, comer o que eles comem andar nos lugares populares, não necessariamente ou só apenas nos lugares elegantes.

Tem nações que seria impossível fazer uma Visita Missionária, muito menos se fosse Turismo Missionário, onde não a liberdade de culto, onde os Missionários são perseguidos. Onde o Missionário até o seu nome foi mudado como proteção, a barba foi deixado e a vestimenta do lugar foi aderida e usada para viver igual entre os nativos.

Seria maior proveito aos Missionários se os Turistas Missionários em vez de vir conhecer a terra que enviasse todo o dinheiro que gastaria nas passagens, hotéis, fossem aplicados na obra de Deus, dirigida pelo Missionário em questão. O Missionário em gratidão enviaria um DVD com as imagens inéditas do país, ou uma bandeira, ou uma revista com fotografias, pera ser colocado em exposição na casa, no escritório ou na sua igreja se esta pessoa for um pastor.

O hino nacional dos evangélicos no Brasil é o numero 15 da Harpa Crista, muito lindo não é verdade? Mas o hino vizinho da esquerda é o hino missionário que contem cinco perguntas que poucos conseguem responder. Posso tendo as mãos vazias, com Jesus eu me encontrar? Nada fiz, e vão-se os dias, que lhe posso apresentar? Quantas almas poderia ao Senhor apresentar? Qual será a minha sorte, se no céu vazio entrar? Quantas almas irei levando, para meu fiel Senhor?

Se fizermos Turismo não vamos conseguir responder nenhuma das perguntas do hino 16, tem irmãos que conseguem cantar tirando os pontos de interrogação e colocam ponto de exclamação, fica assim: Posso tendo as mãos vazias, com Jesus eu me encontrar! Nada fiz, e vão-se os dias! Será a minha sorte no céu vazio entrar!
Finalizamos dizendo que precisamos de ajuda sim, e que quem nos ajudar tem que confiar que estamos falando a verdade e que estamos postando fotos reais e vídeos reais vividos na prática em total Ação Missionária, sem ter que precisar vir aqui para ver onde seu dinheiro estaria sendo aplicado.

E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. (Marcos 16:15)
BUSCAMOS SEGUIDOREShttp://pronami.blogspot.com/ (Vamos fazer um Sorteio de uma Bíblia em Espanhol aos que Participarem do Blog).
BUSCAMOS PARCEIROS: https://www2.bancobrasil.com.br/ Banco do Brasil - Conta Corrente 18.491-8 Agencia 3078-3 Nome: Pr. Teófilo Karkle.

Nenhum comentário: